A história até agora

 

   

A história até agora

A campanha 10:10 foi fundada por Franny Armstrong, realizadora de "A Era da Estupidez", um sucesso de bilheteira sobre as alterações climáticas. A ideia surgiu a Franny enquanto caminhava no Regent's Park em Londres a caminho de um debate com o secretário de estado do Clima e Energia Britânico, Ed Miliband.

Duas coisas vinham-lhe à mente. O relatório de Segurança Climática considerou que um corte em 10% das emissões dos países desenvolvidos em 2010 era o tipo de objectivo que devíamos tentar alcançar a fim de maximizar a nossa possibilidade de evitar uma catástrofe climática. E, num artigo recente, George Monbiot tinha exposto o tipo de medidas necessárias para alcançar este tipo de cortes rápidos nas emissões de carbono.

10% em 2010 também pareceu um objectivo bem mais tangível que os distantes 80% em 2050, tão acarinhados por políticos que sabem que não estarão em funções tempo suficiente para se ter que preocupar sobre se os objectivos serão ou não cumpridos.

Seguindo o seu carácter impetuoso, Franny lançou aquela ideia recém formada do 10:10 no debate daquela noite com Miliband, que mal se apercebeu - apesar de várias pessoas da audiência lhe terem enviado emails mais tarde fazendo perguntas sobre aquela ideia.

Pouco tempo depois, Franny e a equipa da "Era da Estupidez" juntaram-se para um brainstorming. Todos adoraram o conceito 10:10: era simples, apelativo, significativo e era algo em que todos se podiam envolver - desde empresas e hospitais a escolas e famílias.

O 10:10 foi oficialmente lançado no Reino Unido a 1 de Setembro de 2009 no icónico Turbine Hall da Tate Modern em Londres. Nas primeiras 72 horas, inscreveram-se 10 000 pessoas, empresas, escolas e organizações. Hoje, o 10:10 já reune, como participantes, cerca de 60.000 pessoas, milhares de empresas e escolas, até o próprio governo, e recebe muita atenção da imprensa.

Logo após o lançamento do 10:10 no Reino Unido, pessoas de todo o mundo começaram a perguntar como podiam fazer o mesmo nos seus próprios países. Assim que possível o projecto 10:10 Global arrancou de modo a ajudar e coordenar os novos projectos 10:10.

O resultado é uma rede internacional de campanhas 10:10 que tem como objectivo juntar gente de todo o mundo para um corte em 10% nas emissões cada ano.

 

10:10 Em Portugal

Em Portugal, no início deste ano, houve um grupo de três casas de amigos que acharam que seria interessante imitar a ideia do 10:10 britânico entre as suas casas.

Criaram um site muito simples sobre a iniciativa, inicialmente para ser usado no âmbito restrito das três casas. No entanto, em poucos dias a palavra foi passando e chegou ao conhecimento de muitos desconhecidos que também mostraram interesse em participar. Rapidamente se ultrapassaram os 150 participantes.

Essa boa surpresa aumentou as ambições e tornou inevitável o próximo passo: entrou-se em contacto com o 10:10 britânico e conseguiu-se que Portugal fizesse parte do conjunto de países que vai oficialmente levar a cabo a iniciativa comum chamada 10:10 Global.

A equipa fundadora do 10:10 Portugal coordenou a iniciativa entre nós até ao fim de 2010. Ao longo de 2010, mais de 1200 pessoas, mais de 50 empresas e organizações, e mais de 60 escolas e universidades aderirarm ao 10:10 Portugal.

A equipa inicial de voluntários do 10:10 Portugal concluiu a sua contribuição para o projecto no fim de 2010. A partir de 2011, o projecto continua bem vivo, on-line e mantido pela equipa mundial do 10:10.

No entanto, toda a ajuda local é boa. Se está interessado em apoiar ou coordenar o 10:10 Portugal, entre em contacto com a equipa mundial, enviando email para [email protected]